Ce em Destaque
DESENVOLVIMENTO

Em três anos, Banabuiú já entregou 10 adutoras atendendo quase 700 famílias de 11 regiões

A parceria entre o Governo Municipal e Estadual tem gerado muitos frutos

20/11/2019 08h06
Por: Direto da Redação

Não raro, muitos municípios do sertão cearense ainda sofrem com a escassez de água, interferindo na agricultura e na pecuária. Em algumas cidades, políticas de abastecimento tem mudado um pouco esse cenário, é o caso de Banabuiú, no Sertão Central. A cidade já contabiliza 10 adutoras entregues para comunidades da zona rural, atendendo quase 700 famílias no total.

A mais recente foi inaugurada na segunda-feira (18), na comunidade de Rinaré. De acordo com dados da Secretaria de Agricultura um total de 130 famílias de Muriá, Ferrolândia e Veneza deverão ser impactadas com a adutora, tendo água tratada e de qualidade em casa. O secretário de relações institucionais do Governo do Estado, Nelson Martins, participou da cerimônia de entrega da obra representando o governador Camilo Santana.

No total, nos últimos três anos, a política de abastecimento rural em Banabuiú por meio das 10 adutoras adutoras já entregues, assiste a 689 famílias de 11 comunidades, beneficiando diretamente 2.067 pessoas que passaram a ter água tratada e de qualidade na torneira, números que evidenciam um cenário curioso: enquanto em muitos municípios da região Centro do Estado o abastecimento é um problema, em Banabuiú parcerias e iniciativas elencadas com recursos próprios, desenham um cenário animador.

Balanço

A adutora de Muriá se soma a outras nove que já foram disponibilizadas em prol da população que até então sofria com o abastecimento deficitário. Destas, quatro foram religadas pelo Governo do Estado após solicitação via ofício da prefeitura de Banabuiú, contemplando a um total de 181 famílias de quatro comunidades: Lagoa da Serra, Sítio Buraco, Jurema de Baixo e Buqueirão.

Outras quatro adutoras que estavam com obras pela metade e sem funcionar devido a problemas, voltaram a funcionar abastecendo outras 290 famílias. Em Boá Água e Rinaré sede, os equipamentos estavam parados porque havia contas de energia em aberto, deixados pela gestão passada. A prefeitura quitou os débitos e a adutora voltou a ser religada. Já a adutora de Casinhas teve o motor comprado pela prefeitura, que antes estava em falta.

Engenheiro agrônomo por formação acumulando experiência em anos anteriores, Edinho Nobre, que é prefeito de Banabuiú atualmente, faz da política de abastecimento, uma prioridade desde que assumiu o governo municipal da cidade. "Você não sabe o quanto essa gente que mora nessas regiões sofriam. E com o nosso trabalho estamos mudando essa realidade". Edinho destacou o papel social dos programas de abastecimento. "Temos levado água para todo canto dessa cidade, porque o que interessa a nós é ajudar o homem do sertão, ajudar a família do interior, a ter qualidade de vida, ter água tratada e de qualidade em casa", falou o gestor.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.