Ce em Destaque
PRISÃO

Chefe de facção criminosa procurado no Ceará é preso ao tentar fugir para a Bolívia

Edgly Dutra Barbosa, 36 anos, conhecido como “Dudeca”, figurava na lista dos mais procurados do Estado

04/11/2019 10h30
Por: Direto da Redação

O chefe de uma organização criminosa que figura na lista de homens mais procurados do Ceará foi preso em Rondônia neste domingo (3), quando se preparava para fugir para Bolívia. Edgly Dutra Barbosa, 36 anos, conhecido como “Dudeca”, foi capturado em uma ação integrada e interestadual da Polícia Civil do Estado. Dudeca responde a sete procedimentos policiais por latrocínio, homicídios, tráfico de drogas e crime contra a administração pública.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, as investigações policiais desenvolvidas por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) iniciaram em março deste ano, quando os policiais civis conseguiram identificar que “Dudeca” estava residindo no Pará.

“Nós descobrimos que ele estava morando no Pará. Ele alternava entre as cidades de Castanhal e Capanema, que são próximas a Belém, daí intensificamos as investigações e identificamos que ele já estava em Itaituba, ainda no Pará, e se preparava para fugir para a Bolívia, onde tentaria estabelecer residência”, explicou em nota Harley Filho, delegado titular da Draco.

Segundo Harley Filho, equipes da delegacia foram até a cidade de Itaituba (PA) e descobriram que "Dudeca" utilizava outro nome. O suspeito então fugiu para a cidade de Buritis, em Rondônia. Em parceria com a Polícia Civil de Rondônia, ele foi localizado em um restaurante da cidade. Antes, o homem procurado tentou fugir pegando um táxi, mas foi abordado pela polícia.

Edgly Dutra foi levado a delegacia local, onde foi cumprido o mandado de prisão em aberto. Em seguida, ele foi levado ao sistema penitenciário local, onde ficou à disposição da Justiça. Equipes da Polícia Civil cearense estão articulando a transferência do preso ao Ceará, onde deverá cumprir pena.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.