Ce em Destaque
A Volta

Turistas que sobreviveram a naufrágio em Maragogi desembarcam no Ceará

Emoção na chegada dos tripulantes que foram recebidos por familiares e amigos

29/07/2019 08h27
Por: Jornalismo
Fonte: Diário do Nordeste

O grupo de turistas que sobreviveu do acidente com um catamarã, no sábado (27), em Maragogi no estado de Alagoas, chegou ao Ceará de ônibus, na noite deste domingo (28), na cidade do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza. Ao descerem do coletivo, os tripulantes foram recebidos com aplausos e abraços dos familiares. No acidente duas idosas cearenses morreram.  

Abalados a maioria dos tripulantes preferiu não conversar com a equipe do Sistema Verdes Mares e aproveitar o momento para rever e conversar com os parentes. 

O Diário do Nordeste conseguiu conversar com Daniel Araújo, empresário, que estava com a família no momento em que o catamarã afundou. Daniel relembrou os momentos de tensão. "A gente sentiu que o mar não estava bem. Aí o condutor do barco pediu para o pessoal ir para o lado direito do barco, sendo que quando ele pediu o barco desceu. A gente sentiu que estava no Titanic com o barco afundando ", explicou. 

O empresário explicou que ninguém da família dele ficou ferido. Ao perceber o acidente, ele segurou o filho e a esposa ficou com a sobrinha. Daniel saiu de perto do desespero das outras pessoas e se agarrou em um balde para ficar boiando até a chegada do resgate.

Cearenses mortas

Maria de Fátima Façanha da Silva, de 65 anos, e Lucimar Gomes da Silva, de 69 anos morreram durante o acidente ocorrido no começo da tarde do sábado (27).Os corpos das duas vítimas devem chegar em Fortaleza na manhã desta segunda-feira (29).

Cerca de 60 pessoas estavam dentro do barco, entre elas dois palestrantes e seis tripulantes do receptivo da empresa. O acidente teria sido causado pela colisão da embarcação, um catamarã, contra uma pedra. 

A Marinha do Brasil emitiu nota lamentando o ocorrido. Ainda segundo a instituição, um inquérito conduzido pela Capitania dos Portos de Alagoas está em andamento para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente. "Durante a apuração serão realizadas oitivas de testemunhas, análise de documentos e perícia, além de outros procedimentos que sejam necessários". 

A embarcação encontrava-se com vistoria válida junto à Capitania dos Portos. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.